Engajamento social, sustentabilidade hídrica, desenvolvimento socioeconômico e promoção da saúde pública por meio do saneamento rural são pilares da parceria entre produtores rurais e a Prefeitura de Peçanha.

Propriedade em Peçanha

 

A região Sudeste vivencia uma situação de escassez hídrica extrema, com índice de chuvas abaixo da média histórica, fenômeno nunca registrado nos últimos 100 anos. Em Minas Gerais, a situação não é diferente, a ponto de o Estado já ter decretado situação de emergência a centenas de municípios, os quais têm enfrentado grande dificuldade para garantir o fornecimento de água para o atendimento das necessidades básicas da população.

Neste contexto, a Cenibra vem praticando uma gestão ambiental que busca a harmonia entre a execução das suas atividades produtivas e a conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos. A Empresa mantém mais de 105 mil hectares com matas nativas, que abrigam mais de 4.500 nascentes e uma rica biodiversidade.

A Cenibra também desenvolve diversas parcerias que visam ao aumento da disponibilidade hídrica e à melhoria da qualidade da água nos municípios de sua área de atuação. Um exemplo dessas parcerias é o Projeto Água Viva, cujo objetivo é recuperar a sustentabilidade hídrica da Bacia do Rio Doce.

Em Peçanha, por exemplo, onde o projeto é desenvolvido desde 2017, foram feitas parcerias com produtores rurais e a Prefeitura, com o objetivo de promover o aumento da disponibilidade hídrica no manancial responsável pelo abastecimento do município. A iniciativa é baseada em quatro pilares: engajamento social, sustentabilidade hídrica, desenvolvimento socioeconômico e promoção da saúde pública por meio do saneamento rural.

Nesse sentido, quatro ações têm sido adotadas pela Cenibra em propriedades de terceiros: cercamento de nascentes, instalação de fossas sépticas, subsolagem e pequenas acumulações de água em travessias de estradas rurais.

De acordo com a Empresa, até 2020 o projeto alcançará marcas expressivas, com cerca de 500 nascentes protegidas, 166 mil metros de cercas construídos, 700 hectares de APPs protegidos e 200 propriedades beneficiadas.

Essas ações, realizadas de forma conjunta, contribuem tanto para os aspectos quantitativos quanto para os aspetos qualitativos dos recursos hídricos na Bacia do Rio Doce, para que de forma integrada possam retornar aos usuários da água benefícios socioeconômicos e ambientais nas áreas de atuação da Cenibra.

Números do projeto:

 

  • 417 nascentes já foram cercadas até o momento

Até dezembro de 2020, o projeto ultrapassará 500 nascentes protegidas

  • 130 mil metros de cercas já foram construídos até o momento

Até dezembro de 2020, o projeto alcançará 166 mil metros de cercas construídos

  • 600 hectares de áreas de preservação permanente já foram protegidos até o momento

Até dezembro de 2020, o projeto ultrapassará 700 hectares de APPs protegidas

  • 153 propriedades já foram beneficiadas até o momento

Até dezembro de 2020, o projeto alcançará cerca de 200 propriedades beneficiadas

 

UNIMED – Home

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.