Turma do 7º Ano da Escola Batista de Acesita realizam uma releitura das obras renascentistas em Tela Viva

 

“Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,

muda-se o ser, muda-se a confiança;

todo o mundo é composto de mudança,

tomando sempre novas qualidades”.

(Luís Vaz de Camões)

 

O “Renascimento Cultural” é o período que se configura a transição do Feudalismo para o Capitalismo. O termo Renascimento deve ser entendido como a retomada (renascer) do estudo de textos da cultura clássica greco-romana, em que durante a Idade Média, a alegria, o prazer, o riso eram associados às forças inferiores do mundo sobrenatural. Nesse período, os questionamentos de ordem intelectual ou tentativas de desvendar o funcionamento da natureza eram encarados como heresia (pecado), o Renascimento representou a redescoberta do conhecimento e do estudo fora do âmbito daquilo que era permitido.

Alunos do 7º Ano

Partindo desse conceito da realidade do século XV e XVI, que muito se assemelha ao contexto histórico de nossa época, a professora de História – da Escola Batista de Acesita – Luciana Gomes Pena Rodrigues, propôs aos alunos do 7º ano uma releitura das obras renascentistas em Tela Viva.

Como o Humanismo se preocupava em buscar nas pessoas suas belezas, seus aspectos positivos e o mundo não era mais pensado como um lugar de sofrimento, e sim um lugar onde o ser humano foi colocado para ser feliz, usufruir dos benefícios e das belezas de tudo o que o rodeia, a professora viu a possibilidade de buscar em meio às situações difíceis do cotidiano, vivenciadas pelos alunos, o que poderia se tornar belo.

Alunos do 7º Ano

A proposta inicialmente foi trabalhar o conceito de Renascimento sob a influência do humanismo. Os renascentistas entendiam que a arte deveria ser algo vivo, dinâmico, humano, ou seja, um retrato da própria vida. Eles consideravam que a obra de arte deveria levar quem a contempla a imaginar mais do que o espectador. Partindo dessa característica humanista, os alunos se envolveram nesse movimento do século XV e XVI.

Alunos do 7º Ano

Cada aluno(a) escolheu uma obra ou um artista de sua preferência para representar em “tela viva”. Por ser tempo de pandemia e as aulas acontecerem de forma remota, os estudantes usaram sua criatividade: roupas, tecidos, acessórios do próprio ambiente familiar para expressarem a obra Renascentista em Tela Viva.

Ao fazer a releitura, cada aluno (a) preparou uma estratégia para explicar e comentar a obra e o resultado das Telas Vivas foi surpreendente. Nesse contexto, reconhecemos o esforço de todos envolvidos, e em especial às famílias em apoiar mais uma proposta da escola. Elas não mediram esforços para fazer o melhor e aqui deixamos nosso agradecimento a esta parceria tão sólida e que faz a diferença na formação de nossos alunos, seus filhos.

 

Texto escrito por Luciana Gomes Pena Rodrigues – Professora de História da Escola Batista de Timóteo

UNIMED – Home

Faça um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você não pode copiar o conteúdo desta página