Ipoema, um surpreendente destino turístico na rota da Estrada Real reserva um fascinante roteiro histórico e ecológico

Importante distrito de Itabira, Ipoema foi criado pela lei municipal nº 26, de 23 de maio de 1894, então com o nome de Aliança. Pelo decreto-lei estadual nº 1.058, de 31 de dezembro de 1943, passou a ter sua denominação atual. Com menos de 3 mil habitantes, Ipoema vem se tornando um importante polo turístico, impulsionado pela típica tranquilidade dos pequenos povoados do interior mineiro e por suas raras belezas naturais.

Centro do distrito de Ipoema – Foto: Elvira Nascimento

 

Museu do Trropeiro, um dos mais completos do país, possui uma sala de exposição com mais de 500 objetos que resgatam os valores da cultura tropeira, sala de artesanato, multimeios e rancharia – Foto: Elvira Nascimento

Além de sua importante historicidade, representado pelo famoso  Museu do Tropeiro no Centro do distrito, nas proximidades, o visitante tem o contato direto com a natureza, por meio do Parque Estadual Mata do Limoeiro. Em seu perímetro, encontram-se a Cascata do Limoeiro, o Complexo do Paredão, a Cachoeiro Derrubado e do Gabriel, a Lagoa e Gruta do Limoeiro, a Trilha do Bosque e outros atrativos naturais. Este importante bioma é cortado pela estrada de acesso ao Morro Redondo.

Entrada do Parque Estadual Mata do Limoeiro – Foto: Elvira Nascimento

 

Curso d’água no Parque Estadual Mata do Limoeiro – Foto: Elvira Nascimento

Ipoema é procurada, principalmente por suas belas cachoeiras, como a Cachoeira Alta e do Patrocínio, por abrigar o Parque Estadual Mata do Limoeiro e também pelo surpreendente Museu do Tropeiro, que desde 2 de abril de 2003 reúne cerca de 700 objetos relativos aos tropeiros e realiza exposições temáticas.

Cachoeira Alta, 100 metros de queda d’água

Outro atrativo de grande impacto em Ipoema, é o Morro Redondo, onde abriga em seu cume o Santuário Senhor do Bonfim. Anualmente, em Morro Redondo concentra uma das mais importantes manifestações culturais e religiosas do interior mineiro, a Festa de Santa Cruz. Além do santuário, Morro Redondo abriga também uma escultura da artista plástica Wilma Noel e um mirante.

Santuário Senhor do Bonfim, em Morro Redondo. Construída com participação da comunidade, do santuário pode apreciar uma das mais belas paisagens das montanhas mineiras – Foto: Elvira Nascimento

 

Peregrinação na “Festa de Santa Cruz”. Saída da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, no Centro de Ipoema, até o Santuário do Senhor do Bonfim, no alto do Morro Redondo, a cerca de 14 km, da Matriz – Foto: Roneijober Andrade

 

“Festa de Santa Cruz” em Morro Redondo – Foto: Roneijober Andrade

Do alto do morro avista-se um meio mundo. Local favorável à contemplação da paisagem, meditação e à fotografia, sendo possível avistar o povoado da Serra dos Alves, o distrito de Senhora do Carmo, o distrito de Ipoema, o antigo pico da Cauê, o município de Bom Jesus do Amparo e o Parque Natural do Caraça.

Vista panorâmica do Morro Redondo – Foto Elvira Nascimento

Seus arredores fazem parte da área que delimita a APA da Pedreira e se localiza bem próximo à cachoeira do Macuco ou Cachoeira Alta.

Mapa Rodoviário

 

Principais atrativos turísticos

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Museu da Pharmacia “José Gomes da Silveira”

Museu do Tropeiro

Centro Cultural Casa Inclusão de Drummond

Parque Estadual Mata do Limoeiro

Cachoeira Alta

Cachoeira do Patrocínio

Parque Nacional da Serra do Cipó

 

Principais eventos

Aos sábados de Lua cheia de Março a Novembro – Roda de Viola no Museu do Tropeiro

  • Março

Feira de Artesanato e Gastronomia

  • Maio

Festa de Santa Cruz

UNIMED – Home

Faça um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você não pode copiar o conteúdo desta página